Loading..
Feedback Forums
For general feedback about the game.
Steam Support
Visit the support site for any issues you may be having with your account.
Contact the Team
To contact us directly about specific matters.





Arrumando o cálculo

Hoje nós consertamos um bug sútil do cálculo de caminho (pathfinding) que estava no jogo já havia um tempinho.

Nós recebemos diversos relatos de problemas no jogo, e os mais cabreiros são os relatos de problemas sutis, complicações minuciosas de cronometragem que resultam em um comportamento incorreto de herói ou habilidade. O problema que consertamos hoje estava dentro do sistema de cálculo de caminho, mas se manifestava em casos raríssimos com a adaga da translocação (blink dagger). Já estávamos lendo relatos de coisas estranhas sobre a adaga há algum tempo, mas toda vez que tentávamos descobrir o erro, não conseguíamos reproduzir o problema relatado. Há algumas semanas nós decidimos aprimorar o sistema de rastreio de replays para termos mais dados na próxima vez que recebêssemos um ID de partida.

Nós tivemos sorte no começo dessa semana. Ou talvez, poderíamos dizer que o Loda teve muito azar. Na 2ª partida do Esportal Dota 2 League entre Alliance e Ninjas in Pyjamas, o bug do cálculo de caminho ocorreu com Loda, aos 18:26 minutos da partida. De Slardar, Loda se moveu perto de umas árvores e o caminho calculado incluiu uma curva fechada errada ao final do último passo. Assim que Slardar atingiu este último passo, Loda ativou a adaga. Porém, como Slardar estava incorretamente virando naquele mesmo momento, ele já não estava mais dentro dos 11.5 graus necessários encarando a posição alvo. Muitos jogadores se esquecem que o seu herói tem de se virar para o alvo da adaga antes da translocação começar. Exatamente 0,07 segundos depois, antes do Slardar completar o giro para o alvo da translocação, Loda utilizou o Esmagamento do Slithereen (Slithereen Crush), o que trocou a ordem da adaga da translocação. Foi mal, Loda!

Assim que recebemos o relato desta ocorrência, consertar o bug foi mais simples, já que finalmente tínhamos o que nós precisávamos: um ID de partida contendo o bug em um tempo preciso, e um novo replay com dados completos de unidade e informação de comando para cada jogador. Em apenas algumas horas nós realizamos uma análise completa do replay e descobrimos exatamente o que estava acontecendo, em contraste com os muitos outros dias gastos inutilmente revisando código e relatos de usuários em busca de alguma pista. Ainda podem existir outros bugs que resultam em estranhezas envolvendo adagas, e precisaremos de mais replays para consertarmos, porém agora sabemos que este daqui já não é mais um problema.

Se você é um dos muitos jogadores talentosos em notar os detalhes mais minuciosos deste jogo complexo que todos nós amamos, certifique-se de que seus relatos sempre incluam um ID da partida e uma estimativa do tempo em jogo da ocorrência do bug, já que agora os replays são muito mais úteis para encontrarmos estes raros problemas. Esta informação pode ser o diferencial entre consertar um problema em um só dia ou que o mesmo problema nos importune por meses a fio.